FURIA sofre, mas bate Cloud9 em estreia na ESL Pro League Season 12

54
Foto: Reprodução/HLTV

A FURIA estreou com vitória sobre a Cloud9 na ESL Pro League Season 12 – North America. Após uma série bem disputada por ambos os lados, a equipe brasileira levou a melhor por 2-1, garantindo vitórias na Overpass, mapa escolhido pelos adversários, e na Vertigo, palco da decisão. Inferno, mapa da FURIA, foi conquistado pela C9, no final de partida esboçou a virada para empatar a série no segundo jogo.

O próximo compromisso da FURIA no torneio é contra a Triumph na próxima quarta-feira, 9 de setembro.

Veja como foi a série:

ESL Pro League Season 12 – North America
FURIA 2-0 Cloud9
Mapas: Overpass (Cloud9), Inferno (FURIA), Vertigo (Decider)

Overpass começou com a Cloud9 abrindo o placar nas três primeiras rodadas do lado Terrorista. Recuperando-se muito bem, a FURIA empatou o placar em 3-3 e deixou o confronto ainda mais pegado, com ambos os times dividindo espaço na frente. No final, 8-7 a favor dos brasileiros, que seguraram a vantagem na troca de lado e emplacaram o 12-7. A equipe de oSee então trabalhou muito bem nas eliminações e conseguiu reverter o placar; foram sete rodadas em sequência e 14-12 no placar a favor da C9, que chegou no 15-13, mas abriu espaço para o empate do time brasileiro. Na prorrogação, arT e companheiros dominaram; depois de abrir o 18-15 do lado Terrorista, os brasileiros fecharam a conta do lado CT e levaram o mapa adversário no 19-15.

A Inferno começou bem encaminhada para a FURIA, que abriu uma larga vantagem de 7-1 no lado Terrorista. Aos poucos, a Cloud9 foi conseguindo ler melhor o avanço dos brasileiros e marcando pontualmente em algumas rodadas, conseguindo diminuir a vantagem no final. Nos momentos finais do primeiro half, yuurih fez quatro eliminações com somente uma AK-47 do lado dos Panteras e emplacou o 9-4. No entanto, os norte-americanos conseguiram se manter na partida e fecharam o lado CT garantindo as duas últimas rodadas.

Na mudança de lados, a Cloud9 começou melhor e cravou o empate em 9-9 nas primeiras rodadas. A FURIA se recuperou muito bem com KSCERATO e trouxe o 10-9, que logo virou um 10-10 após floppy vencer o 1×2 contra a dupla VINI e arT. Depois de abrir o 12-10, o time brasileiro sofreu o décimo primeiro ponto e pediu um pause, que ajudou na retomada até o 14-11. Ainda que tenha aberto uma vantagem considerável no placar, a FURIA não conseguiu segurá-la; a C9 voltou muito bem na partida e com cinco rodadas em sequência cravou o 16-14 no mapa dos brasileiros.

Vertigo fechou a série com uma primeira metade bem disputada ponto a ponto pelas duas equipes. No final, a FURIA conseguiu se sobressair do lado CT e fechou o half na frente com 8-7 no placar. Na virada de lado, a equipe de arT ampliou a vantagem e fez o 11-7. A Cloud9 apareceu em seguida e voltou a pontuar, mais uma vez deixando tudo igual até o 12-12. A FURIA fez dois e, assim como no segundo mapa, motm e companheiros empataram no 14-14. Apesar de tudo, a história foi escrita de outra forma: com a economia a seu favor após o décimo quinto ponto, os brasileiros venceram a última rodada e fecharam a partida no 16-14.