A Natus Vincere é campeã da BLAST Premier Global Final 2020! Os russos bateram a Astralis nos dois primeiros mapas da grande final e levaram, além do primeiro troféu do Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) em 2021, a premiação de US$ 600 mil, mais de R$ 3,2 milhões. 2° melhor jogador do mundo no ranking do HLTV, s1mple foi eleito o MVP da competição.

BLAST Premier Global Final 2020
Astralis 0-2 Natus Vincere
Mapas: Nuke e Inferno

A Nuke começou proativa a favor da Na’Vi, que logo abriu uma vantagem de quatro pontos contra a Astralis. A recuperação do time dinamarquês foi rápida e os colocou à frente no placar em 5-4. O empate russo aconteceu através de uma boa jogada de s1mple, que assistiu seu time ficar atrás outra vez logo em seguida com a Astralis puxando o 7-5 com boas defesas nos bombsites. O bom momento, entretanto, não durou muito tempo: com s1mple e Boombl4 fazendo a diferença, a Na’Vi conseguiu boas entradas e fechou o half na vantagem de 8-7.

Alternando os lados, um início fervoroso de flamie, que fez dois 4k em sequência e ampliou a vantagem da Na’Vi. Os robôs quase igualaram os resultados com execuções inteligentes tanto na A quanto na B, mas os russos seguiram em alta até o 14-9. Entre pausas táticas e rodadas importantes de gla1ve e Magisk, a Astralis seguiu respirando na partida, mas de nada adiantou: com uma rodada econômica nas costas, a Na’Vi doutrinou os dinamarqueses na Desert Eagle e confirmou o 16-12.

A Inferno começou apertada, com as duas equipes aproveitando as boas chances. Após o empate em 4-4, os robôs da Astralis tiveram dificuldades na hora de trabalhar o lado TR e a Na’Vi, que tinha B1T no lugar de flamie, aproveitou o espaço para deslanchar na partida; com seis pontos consecutivos, o placar ficou 10-4 para os russos. Com muita insistência, os dinamarqueses voltaram a pontuar, mas ainda assim se encontraram no desespero com uma jogada incrível do s1mple; no tempo, a Astralis conseguiu o 10-5, que inclusive foi muito bem jogado pelo Boombl4, destaque com 19 eliminações.

Ainda que fosse o seu mapa de escolha, a Astralis não encaixou. No segundo half, a equipe de device voltou a perder o pistol e se complicou na partida. Aproveitando os tropeços dos dinamarqueses, a Na’Vi fez o seu e garantiu o título no 16-5.

Com FURIA e MIBR na disputa, o próximo campeonato internacional de CS:GO será o cs_summit7. A competição começa nesta segunda-feira (25) e a estreia do MIBR após a reformulação será contra a Heroic, às 13h30. A FURIA, por sua vez, terá junior pela primeira vez na sua line-up e joga às 17h contra a Cloud9.